Após excelente Olimpíada, Mariana Silva volta aos tatames internacionais no Grand Slam de Abu Dhabi de Judô


mariana-silva

Mariana Silva inicia caminhada visando Jogos Olímpicos de Tóquio – Foto: Orlando Bento

Após o quinto lugar nos Jogos Olímpicos Rio-2016, a judoca Mariana Silva estará de volta aos tatames internacionais neste final de semana, no Grand Slam de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. O torneio é a primeira competição da atleta visando estar nos Jogos de Tóquio no ano de 2020. Com mais experiência internacional na bagagem e um resultado de respeito no Rio de Janeiro, a brasileira quer manter o momento positivo na sua carreira.

“Após a olimpíada, volto a minha primeira competição internacional. Desejo sempre estar entre as melhores, com o foco de chegar bem preparada para o Mundial de 2017. Vou em busca de um bom resultado, procurando manter o mesmo desempenho das últimas competições”, destacou a atleta.

Mariana Silva teve uma grande participação nas Olimpíadas do Rio de Janeiro onde ficou perto de conquistar uma medalha. A brasileira chegou as semifinais, mas caiu diante de Tina Trstenjak ao ser imobilizada na semifinal pela número 1 do mundo. A paulista foi para a disputa do bronze e no embalo da torcida tentou, se entregou, mas não conseguiu superar a holandesa Anicka Van Emden, 7ª do ranking, sendo derrotada por yuko, terminando a competição na quinta colocação.

Depois da disputa dos Jogos Olímpicos, o cenário internacional da modalidade passa por um momento de renovação. Com a disputa aberta para o torneio de Tóquio, nomes experientes e jovens atletas precisam batalhar neste reinicio de ciclo para estar entre os melhores. O Grand Slam é uma das etapas do Circuito Mundial que mais distribuem pontos no Ranking Mundial e se torna uma competição ainda mais visada.

“O nível do torneio é bem forte. Haverá uma mistura de atletas novas no circuito mundial e atletas já conhecidas no cenário do judô. Todos querem mostrar sua capacidade, ganhar destaque e espaço no cenário do judô. Será uma grande disputa”, analisa.

Além de Mariana Silva, o Brasil estará representado por outros atletas que disputaram os Jogos do Rio como Maria Suelen Altheman (+78kg) e Maria Portela (70kg), no feminino, e Charles Chibana (66kg), Alex Pombo (73kg), Victor Penalber (81kg) e Rafael Buzacarini (100kg), no masculino.

A seleção contará ainda com Eric Takabatake (60kg), Marcelo Contini (73kg), Eduardo Bettoni (90kg), Luciano Corrêa (100kg), David Moura (+100kg), Nathália Brígida (48kg), Ketleyn Quadros (63kg), Barbara Timo (70kg) e Samanta Soares (78kg), e jovens recém-saídos da Base, como Jéssica Pereira (52kg), Layana Colman (52kg), Rafael Macedo (81kg) e João Marcos Cesarino (+100kg).