Arnaldo Mickey encara Ary Farias no Face to Face 13 e espera se manter no caminho das vitórias


Thiago Duval

Arnaldo Mickey 1

Arnaldo Mickey entra em ação contra Ary Farias pelo Face to Face 13 – Foto: Renato Nogueira/MMA4Ever

Arnaldo Mickey teve um grande ano em 2015, onde venceu os três combates que fez e conquistou o cinturão dos galos (até 61kg) do Favela Kombat. Para 2016, o lutador espera continuar no caminho das vitorias e terá um grande desafio no dia 12 de março, onde enfrenta Ary Farias pelo Face to Face 13, que acontece em São Gonçalo (RJ). Em meio a preparação, o atleta conversou com a reportagem do Lutas Esporte Clube, em parceria com o MM4Ever, e falou sobre o combate e seus planos para o ano.

O atleta de 29 anos celebrou a chance de entrar em ação no Face to Face  e diz que está treinando mais forte para encarar, o atleta da X-Gym, Ary Farias.

“É uma luta muito esperada para mim, para a nossa equipe nova que está chegando ai agora, a Iron Brothers. Estou me preparando muito, mas muito mesmo, de verdade, porque estar no Face to Face é muito importante, porque é um evento que todo mundo conhece e eu não posso brincar lá no octógono, pois o adversário que eu vou pegar é duro, um cara muito conhecido, vem de uma equipe forte e eu não posso dar esse privilégio dele levar não. Vou para cima com tudo, com garra, estou treinando muito pesado, muito mais forte do que das outras vezes, então eu não posso fraquejar nesse momento, por isso vou treinar muito duro, até não ter mais gás para quando chegar lá em cima poder bater de frente com ele e ficar tranquilo. Para mim é uma maravilha estar lutando no Face to Face e encarar um cara duro”, disse.

Arnaldo Mickey fala como está sua preparação junto com a sua nova equipe, a Iron Brothers MMA Team brincou dizendo que seus companheiros estão “arrancando seu coro”.

“Meu camp está pesado, os moleques estão arrancando meu coro (risos), meu treinadores, preparador físico, a galera que está treinando comigo e me dá força, está pesado porque a batalha é grande”, disse.

Arnaldo Mickey x Henrique Souza

Arnaldo Mickey derrotou duas vezes Henrique Souza pelo Favela Kombat – Foto: Renato Nogueira

Em seu último confronto, Arnaldo Mickey venceu Wagner Noronha por nocaute no Aspera 29, que aconteceu em Gravataí no Rio Grande do Sul. O lutador falou sobre a experiência de lutar pela primeira vez fora do Rio de Janeiro.

“Foi uma experiência muito boa, mas fiquei muito tenso porque enfrentei um cara muito experiente, que é o Wagner Noronha, com 20 lutas e 15 vitórias. Fiquei ansioso e no mesmo tempo nervoso, mas depois que entrei no octógono fiquei mais tranquilo e deu tudo certo. Graças a Deus foi uma grande conquista lá no Aspera foi uma luta muito dura, eu encarei um cara muito duro, explosivo e agressivo, mas deu tudo certo”, disse.

Para o duelo no Face to Face, Arnaldo Mickey espera se sagrar vencedor e  fazer uma grande lutar para o público.

“Espero fazer uma grande luta para que o pessoal do evento e o púbico gostem da minha luta e se Deus quiser, vou sair com a vitória”, disse.

Arnaldo Mickey tem como arma seus potentes chutes, além da trocação, mas o lutador diz que vem treinando muito seu jogo de solo e brinca dizendo que o público ainda vai ver ele finalizando.

“Consegui evoluir bastante na parte de chão e daí para frente é treinar mais para continuar evoluindo, que o público ainda vai ver o Mickey finalizando, raspando, jogando para o chão e tirando onda (risos)”, brincou.

Para 2016, Arnaldo Mickey espera se manter no caminho das vitórias e diz que o público ainda vai ouvir falar muito sobre ele.

“Fiquei muito feliz com as conquistas que tive em 2015 e fechar o ano com três vitórias é muito bom, espero que 2016 venham mais vitórias e seja bem melhor. Se Deus quiser o público vai ouvir falar muito de mim em 2016, isso é só o começo que papai do céu está abençoando aí, a primeira porta de 2016 que está abrindo para mim”, disse o lutador mandando um recado para o público.

“A galera pode esperar um Mickey mais preparado, mais focado, porque a partir de agora vai ficar mais difícil, então vai ser treino em cima de treino que o ano de 2016 promete. A equipe do Mickey está chegando aí”, disse.