Bethe Correia vence Jessica Eye e encerra sequência derrotas, já Caio Monstro perde no card preliminar do UFC 203


bethe-correia

Bethe Correia se recupera de derrotas consecutivas com vitória contestada na casa da adversária, em Cleveland, no card preliminar do UFC 203 – Foto: Getty Images

O UFC 203 que aconteceu no último sábado (10), em Cleveland (EUA) contou com alguns brasileiros e os primeiros entraram em ação no card preliminar. Vindo de duas derrotas consecutivas, Bethe Correia teve pela frente Jessica Eye no primeiro duelo feminino da noite A brasileira encerrou a sequência negativa e venceu por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28). Já Caio Monstro não teve a mesma felicidade da Pitbull e foi derrotado para Brad Tavares também por decisão dividida dos juízes (28 a 29, 30 a 27, 29 a 28).

Bethe Correia entrou em ação pressionada, já que vinha de duas derrotas consecutivas para Ronda Rousey, na disputa do cinturão dos galos (até 61kg) e para Raquel Pennington, mas Jessica Eye também vinha de sequência negativa com três derrotas. O duelo se tornou de “desespero” e se desenrolou pela maior parte na trocação. A americana começou indo para cima e um cruzado de direita que balançou a cabeça da paraibana, mas Bethe resistiu e passou a se movimentar mais para poder conta atacar.

No segundo round, Bethe Correia passou a andar mais para frente ir para cima da adversária, passando a acertar jabs e cruzados, deixando um pequeno corte abaixo do olho direito da adversária, mas americana respondeu com um golpe no rosto que deixou um corte próximo do olho esquerdo da paraibana – a brasileira reclamou de cutucão no olho, mas o árbitro Marc Godard disse que não viu infração.

Bethe Correia foi para o terceiro round indo para cima, enquanto Jessica Eye procurava se movimentar para ficar fora do raio de ação da brasileira, que conseguiu mesclar bons jabs com o uso do clinch para, assim, evitar as ameaças da norte-americana. Na segunda metade, Eye cresceu na segunda metade e acertou bons cruzados e Bethe passou a usar o clinche para garantir o resultado.

Com a vitória, Bethe Correia pois fim na sequência de derrota que vinha desde agosto de 2014, quando bateu Shayna Baszler. Já Jessica Eye está com o sinal de alerta ligado, pois soma a quarta luta sem vencer .

Primeiro brasileiro a lutar no UFC 203, foi Caio Monstro que não teve a mesma felicidade de Bethe Correia e foi derrotado para Brad Tavares por decisão dividida. O peso-médio começou muito bem no combate, acertando um chute fortíssimo nas costelas do adversário, mas o tempo sem lutar fez com que seu ritmo caísse e ele acabou dando brechas para o norte-americano.

No primeiro duelo da noite, Yancy Medeiros acertou um lindo chute no rosto de Sean Spencer, que foi a knockdown. O havaiano então tentou a guilhotina, mas acabou fazendo a transição para o mata-leão e finalizou o combate. Já Drew Dober acertou fortes cruzados em Jason Gonzalez e nocauteou o estreante logo no primeiro round. Esse foi o primeiro nocaute do lutador desde 2010. Finalizando o card preliminar, Nik Lentz fez uso do ground and pound para vencer Michael McBride.