Bibiano Fernandes se mantém como campeão e Adriano Moraes unifica cinturões do One Championship


Bibiano Fernandes ainda campeão

Bibiano Fernandes mantém o cinturão do peso-galos em seus domínios – Divulgação

O MMA brasileiro teve um bom aproveitamento no One: Kings & Conquerors, que foi realizado no último sábado (05) em Macau, na China. Na luta principal Bibiano Fernandes manteve o cinturão do peso-galo ao finalizar o desafiante americano Andrew Leone aos 1m47s do primeiro round. O outro título brasileiro do evento veio com Adriano Moraes que reconquistou o cinturão do peso-mosca ao superar por decisão unânime o cazaque Kairat Akhmetov.

Na luta principal do One: Kings & Conquerors, Bibiano Fernandes entrou em ação para a sua sexta defesa de título. O brasileiro não deu chances para o adversário e logo no início do combate foi para cima, Andrew Leone tentou frear o ímpeto do campeão, mas o Bibiano conseguiu derrubar o americano. Por cima, manauara pegou as costas do desafiante e conectou diversos golpes, logo em seguida encaixou o mata-leão para definir o duelo e manter o cinturão do peso-galo em seus domínios.

“Eu me sinto ótimo, muito obrigado Macau por me receber. Quero agradecer à minha família no Canadá. Valeu galera do Brasil, muito obrigado por tudo! Quero agradecer a todos da equipe, e especialmente ao DJ, Demetrious Johnson, esta vitória foi para ele”, disse Bibiano após a luta.

Adriano Moraes vence a revanche contra Kairat Akhmetov e reconquista o cinturão dos moscas

Adriano Moraes campeão One

Adriano Moraes com o cinturão do One Championship – Divulgação

O co-evento principal além de disputa de cinturão, o duelo era uma revanche já que Adriano Moraes haviam se enfrentado em 2015 e Kairat Akhmetov levou a melhor por decisão dividida. A luta valia pela unificação dos cinturões já que o cazaque era campeão linear e o brasileiro interino. Adriano entrou no cage disposto a fazer um resultado diferente do primeiro confronto e dominou o combate. Apesar de três rounds equilibrados, o carioca acertou mais golpes e teve bons momentos no chão, mas o cazaque conseguiu um knockdown e uma queda no segundo assalto.

Para dominar o confronto, Adriano Moraes usou diversos chutes na costela, que aos poucos iam minando o gás de Kairat Akhmetov e a tática continuou sendo usada por “Mikinho” nos “rounds de campeonato” (como se diz dos rounds extras em lutas valendo título no MMA, o quarto e quinto). O brasileiro também aproveitou e ainda aplicou duas quedas para garantir a vitória.

Leandro Issa e Leandro Ataídes vencem já Herbert Burns e Gilberto Galvão perdem no card preliminar

O MMA brasileiro também foi representado no card preliminar, o destaque com Leandro Issa que após uma passagem pelo UFC retornou ao One Championship. A volta a organização asiática de Brodinho veio em grande estilo e com vitória sobre o finlandês Toni Tauru por nocaute técnico a 1m36s do segundo round. A outra vitória do Brasil veio com Leandro Ataídes, que na luta de abertura do evento Leandro Ataídes levou a melhor sobre Michael Pasternak por decisão unânime.

Já Herbert Burns e Gilberto “Giba” Galvão não conseguiram sair do cage com a vitória. O irmão do atleta do UFC, Gilbert Durinho foi superado por Magomed Idrisov na decisão unânime dos jurados. Já Giba foi nocauteado por Marcin Prachnio a 1m23s do primeiro round.

Confira os resultados do One: Kings & Conquerors

CARD PRINCIPAL

Bibiano Fernandes venceu Andrew Leone por finalização a 1m47s do 1º round

Adriano Moraes venceu Kairat Akhmetov por decisão unânime

Timofey Nastyukhin venceu Koji Ando por decisão unânime

Shannon Wiratchai venceu Rajinder Singh Meena por nocaute técnico aos 29s do 1º roudn

Hayato Suzuki venceu Joshua Pacio por finalização aos 3m17s do 1º round

Kotetsu Boku venceu Eric Kelly por nocaute técnico aos 3m27s do 3º round

Chen Lei venceu Saiful Merican por finalização aos 3m58s do 3º round

CARD PRELIMINAR

Jomary Torres venceu Rika Ishige por finalização a 1m58s do 2º round

Leandro Issa venceu Toni Tauru por nocaute técnico a 1m36s do 2º round

Magomed Idrisov venceu Herbert Burns por decisão unânime

Marcin Prachnio venceu Gilberto Galvão por nocaute a 1m23s do 1º round

Leandro Ataídes venceu Michal Pasternak por decisão unânime