Brasil sobe no pódio em todas as categorias no primeiro dia do Pan-Americano Havana de Judô


chibana_eXA6Oyr

Charles Chibana foi um dos medalhistas de ouro do Brasil no primeiro dia do Pan em Havana – Foto: Gabriela Sabau / IJF

O Brasil teve um início avassalador no primeiro dia Pan-Americano de Judô. Na última sexta-feira (29), todos os nove judocas que entraram no tatame em Havana conquistaram medalhas. Foram nada menos que cinco ouros em sete categorias disputadas. Sarah Menezes (48kg), Érika Miranda (52kg), Mariana Silva (63kg), Felipe Kitadai (60kg) e Charles Chibana (66kg), subiram no lugar mais alto do pódio, Alex Pombo (73kg) ficou com a prata, enquanto Eric Takabatake (60kg), Nathália Brígida (48kg) e Rafaela Silva (57kg) conquistaram o bronze.

Sarah Menezes conquistou a medalha de ouro entre os ligeiros (até 48kg) ao derrotar ao derrotar a campeã mundial Paula Pareto, da Argentina, na final em uma luta muito equilibrada. O Brasil ainda subiu no pódio na categoria com Nathália Brígida, que havia perdido para a argentina e na semifinal e ficou com o bronze ao derrotar a colombiana Luz Alvares.

Felipe Kitadai

Felipe Kitadai, ouro e Eric Takabatake, bronze subiram no pódio entre na categoria até 66kg – Divulgação CBJ

Logo depois foi a vez de Felipe Kitadai faturar o ouro na categoria até 60kg masculina. O brasileiro se sagrou campeão ao derrotar na final foi o também brasileiro, mas naturalizado canadense Sergio Pessoa. O medalhista olímpico de bronze em Londres 2012 saiu perdendo por uma punição mas faltando pouco mais de um minuto para o fim da luta conseguiu a virada já que o canadense foi punido duas vezes. O Brasil ainda subiu no pódio com Eric Takabatake, que derrotou o cubano Yandry Torres Marimon na disputa do bronze.

Na divisão até 66kg, Charles Chibana conquistou o ouro com uma vitória de virada sobre o mexicano Eduardo Araújo na final, por ippon faltando apenas 50 segundos para o fim do combate.

O último ouro brasileiro do dia veio com Mariana Silva no meio-médio (63kg). A brasileira se sagrou campeã ao ao derrotar a cubana Maricet Espinoza no golden score. Bastante ativa na luta, a brasileira forçou uma punição para a adversária por falta de combatividade e ficou com o título. Antes, ela havia derrotado Andrea Gutierrez, do México, e Stefanie Tremblay, do Canadá.

Sarah Menezes e Nathalia Brígida

Sarah Menezes e Nathália Brígida no pódio da categoria 48kg no Pan de Havana – Foto: Rafal Burza / CBJ

Alex Pombo (73kg) que havia vencido Alonso Wong, do Peru, e por Magdiel Estrada, de Cuba, por ippon, acabou sendo surpreendido pelo canadense Arthur Margelidon na final e ficou com a prata.

No leve, Rafaela Silva foi surpreendida pela cubana Anailys Dorvigny nas quartas-de-final, mas se recuperou vencendo Gimena Laffeuillade, da Argentina, na repescagem, e Jessica Klimkait, do Canadá, na disputa do bronze.

O Brasil volta a entrar em ação no Pan-Americano de Judô no próximo sábado (30) com Maria Portela (70kg), Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman e Rochele Nunes (+78kg), Victor Penalber (81kg), Tiago Camilo (90kg), Luciano Correa (100kg), Rafael Silva e David Moura (+100kg)