Brasileiros perdem nas oitavas no primeiro dia do Campeonato Mundial de Judô


Judô Campeonato Mundial dia 1

Phelipe Pelim, Stefannie Koyama e Eric Takabatake não conseguiram passar das oitavas de final – Foto: Paulo Pinto/CBJ

O Judô brasileiro não teve uma boa estreia no primeiro dia do Campeonato Mundial, que acontece em Budapeste, na Hungria. Na última segunda-feira (28), o Brasil foi representado por Phelipe Pelim (60kg), Stefannie Koyama (48kg) e Eric Takabatake (60kg) que foram eliminados nas oitavas.

O primeiro brasileiro a subir no tatame foi Phelipe Pelim que iniciou a campanha com vitória sobre o russo Robert Mshvidobad após pontuou com um waza-ari e imobilizar. Na luta seguinte Phelipe superou o dominicano Elmert Ramirez por quatro waza-aris. Já nas oitavas, o judoca fez duelo equilibrado contra o Mukhridhin Tilovov, do Uzbequistão, que terminou empatado nas punições no tempo normal (2 – 2). No golden score, Pelim acabou sendo punido por passividade e se despediu de seu primeiro Mundial.

Arissa Koyama (48kg) iniciou a caminhada com vitória por um waza-ari no golden score contra a romena Monica Ungureanu. Nas oitavas, a brasileira teve pela frente a japonesa Funa Tonaki, sua colega de faculdade na Universidade Teikyo, no Japão. Arissa iniciou bem a luta com um waza-ari, mas na sequência da queda, foi imobilizada por Tonaki. Koyama conseguiu sair antes dos 20 segundos e a japonesa anotou um waza-ari empatando a luta. No golden score a judoca do Japão aplicou mais um waza-ari para conquistar a vitória.

Eric Takabatake (60kg) teve uma parada dura logo na primeira luta, já que teve pela frente  o atual campeão mundial e prata nos Jogos do Rio, Yeldos Smetov, do Cazaquistão. O brasileiro tentou, foi mais agressivo conseguiu ser mais agressivo, forçando duas punições ao cazaque e a luta foi para mais um golden score. Na prorrogação, Smetov anotou o waza-ari que eliminou o brasileiro do Mundial ainda nas oitavas-de-final.

O Brasil volta a entrar em ação no Campeonato Mundial de Judô na próxima terça-feira (29)com os meio-leves Charles Chibana (66kg), Érika Miranda (52kg) e Sarah Menezes (52kg).