Bruno Macaco disputa o cinturão do WFCA contra Yunus Evloev na Rússia


Bruno Macaco 1

Bruno Macaco enfrenta Yunus Evloev pelo cinturão do WFCA – Foto: Fusion Photography

Thiago Duval

Bruno Macaco terá um grande desafio pela frente, já que no próximo domingo (17) o ex-campeão do XFC vai enfrentar Yunus Evloev pelo cinturão peso-mosca (até 57kg) do WFCA. A luta será realizada pelo co-evento principal da 44ª edição do evento russo que será realizado em Grozny, na Rússia.

O brasiliense chega para a disputa de cinturão embalado por uma sequência de seis vitórias consecutivas e fará sua segunda luta no WFCA. Bruno Macaco estreou na organização com vitória sobre Shamil Irashanov por decisão unânime e se credenciou para a disputa do título da divisão. O atleta da Nova União fala como foi a preparação para o grande desafio em sua carreira.

“Estou me preparando da melhor forma, sempre me preparei muito bem para as minhas lutas, fizemos um planejamento com a equipe e estamos seguindo a risca e já estou perdendo o peso para a luta. Acho que essa luta agora vai ser bem melhor do que a estreia no evento, pois quando a gente tem experiência e passa pelo processo, a gente consegue lidar melhor com isso “, disse Bruno Macaco em conversa com a reportagem do Lutas Esporte Clube.

Na disputa de cinturão, Bruno Macaco vai enfrentar Yunus Evloev que terá mais um brasileiro pela frente, o russo já havia enfrentado Betão Nogueira e Lincon de Sá, que também já enfrentou Bruno, e venceu ambos. O atleta da Nova União disse que estudou o jogo do adversário.

“Estou estudando ele bastante, sei que ele já lutou com dois brasileiros, inclusive um que já lutei que foi o Lincon de Sá, fez uma luta boa, e a outra foi com o Betão Nogueira, venceu as duas lutas e venceu no chão. Ele tem um bom jogo no chão e tentar fazer isso comigo, mas acho que não vai ser assim comigo, já que venho do chão e me sinto mais confiante na área que ele se sente bem também”, disse.

Bruno Macaco vai em busca de mais um cinturão de um evento internacional, já que o atleta da Nova União também foi campeão do XFC. O brasiliense falou sobre a alegria de mais uma disputa de título.

“Fico muito feliz de ter essa oportunidade, pois é o reconhecimento do nosso trabalho e é onde a gente quer chegar, já que a gente luta, treina, a gente vive isso, então esse é o ponto máximo que podemos chegar. O cinturão é muito bonito e quero muito conquistar, esse é o meu sonho, então quero ver esse meu sonho realizado que vou conseguir com certeza, pois a energia está muito boa. Se Deus quiser vou para meu segundo cinturão internacional, vai dar bom (risos)”, brincou Bruno Macaco.

Feliz com a oportunidade de disputar o cinturão do WFCA, Bruno Macaco disse que quer fazer história e não poupou elogios a organização russa.

“O evento é muito bom, nunca tinha lutado fora, então eu tinha uma ideia sobre lutadores russos e chegando lá vi que são gente como a gente também. O negócio é chegar lá e fazer frente com eles para chegar ao cinturão. O evento é muito bom, tem uma estrutura muito boa, fui muito bem recebido, me trataram super bem, é um evento muito sério que remunera bem seus atletas e pensam sempre no nosso bem estar para a luta. Ainda nem estou pensando em UFC, por enquanto quero ficar lá de boa. Eu pretendo ficar no evento por bastante tempo, quero fazer história, conquistar o cinturão, depois defender, por enquanto não desejo ir para outro evento. Penso que se for para ir para o UFC ou qualquer outro evento vai acontecer no tempo certo e nesse momento quero ir bem nesse evento, estou feliz onde estou e vou dar o meu melhor para dar alegria para o meu público e para a galera que me acompanha”, disse Bruno Macaco que aproveitou e mandou um recado para os fãs.

“Só tenho que agradecer pelas mensagens nas redes sociais, o pessoal que me acompanha, é isso aí, vou para lá para buscar a vitoria para vocês. Vou dar o melhor de mim para trazer esse cinturão para o Brasil”, encerrou.