Conor McGregor passa sufoco, mas nocauteia Chad Mendes no segundo round e fatura o cinturão interino dos penas


ufc189_11_mcgregor_vs_mendes_026

Conor McGregor comemora o cinturão interino dos pesos-penas do Ultimate – Foto: Getty Images

Após um card recheado de grandes lutas o UFC 189 enfim chegou ao combate principal. Em um MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas (EUA), completamente lotado Conor McGregor e Chad Mendes, que substituia José Aldo, se enfrentaram. O falastrão irlandês mostrou ao mundo que pode não luta apenas com a boca e conseguiu vencer por nocaute o americano no segundo round. Mas a luta não foi fácil e mesmo tendo aceitado o duelo apenas 15 dias antes do evento, Mendes dominou o primeiro assalto e dominava também o seguinte, o irlandês sofreu para lidar com o wrestling do americano. Mas parece que o pouco tempo de preparação pesou para o atleta do Team Alpha Male, que ficou sem gás e não suportou o poder dos golpes do rival, que o levou à lona e saiu com o braço erguido e com cinturão interino dos penas.

A vitória levou os irlandeses, que invadiram Las Vegas para acompanhar Conor McGregor e após a vitória, o falastrão aproveitou para mais uma vez cutucar o campeão linear da categoria, José Aldo,

“Estou maluco com o apoio da galera. De todos que me apoiaram. Ainda tenho muita coisa para fazer e passei muitos momentos e obrigações com a imprensa e o torneio. Ver tudo isso foi incrível. Estou tremendo. Na minha opinião o Aldo não fez o que deveria. Já lutei várias vezes lesionado e ele preferiu não lutar, mas se ele quiser voltar eu estarei aqui”, disse McGregor ainda dentro do octógono.

ufc189_11_mcgregor_vs_mendes_020

Conor McGregor acerta rosto de Chad Mendes – Foto: Getty Images

McGregor começou com seu jogo psicológico antes mesmo de a luta iniciar. Do outro lado do cage, o irlandês pulava e gritava em direção a Chad Mendes. E assim que o árbitro autorizou, o irlandês sequer tocou a luva de Mendes e partiu para cima, mas logo foi quedado pelo rival. Bem maior que o americano, McGregor não conseguiu usar essa vantagem para evitar o wrestling do atleta da Alpha Male, e Mendes conseguiu várias quedas nos primeiros cinco minutos de luta.

No segundo round, Chad Mendes deu a impressão de estar cansado e tentou mais uma vez levar o duelo para o solo. Na primeira vez Conor McGregor conseguiu defender, mas, na segunda investida, o irlandês foi pregado no solo novamente e Mendes ficou por cima quase o tempo todo, chegando próximo de finalizar o irlandês. Nos últimos segundos, o gás do americano parecia ter acabado e a luta voltou a ficar em pé, McGregor conseguiu aplicar uma sequência de golpes que derrubou o rival. Cansado, Mendes não suportou e o árbitro central teve que intervir dando a vitória ao europeu.

Confira os resultados do UFC 189 

Card Principal

Conor McGregor venceu Chad Mendes por nocaute técnico aos 4min57 do 2º round (Cinturão Peso-Pena)
Robbie Lawler venceu Rory McDonald por nocaute técnico a 1min do 5º round (Cinturão Meio-Médio)
Jeremy Stephens venceu Denis Bermudez por nocaute técnico aos 32s do 3º round
Gunnar Nelson venceu Brandon Thatch por finalização aos 2min54 do 1º round
Thomas Almeida venceu Brad Pickett por nocaute aos 29s do 2º round (Thomas Almeida é lutador brasileiro)

Card Preliminar

Matt Brown venceu Tim Means por finalização aos 4min44 do 1º round
Alex Garcia venceu Mike Swick por decisão unânime
John Howard venceu Cathal Pendred por decisão dividida
Cody Garbrandt venceu Henry Briones por decisão unânime
Louis Smolka venceu Neil Seery por decisão unânime
Cody Pfister venceu Yosdenis Cedeno por decisão unânime