Daniel Cormier mantém cinturão ao finalizar Anthony Johnson que declarou aposentadoria no UFC 210


Daniel Cormier campeão

Daniel Cormier comemora a manuntenção do cinturão dos meio-pesados – Foto: Getty Images

O cinturão dos meio-pesados (até 93kg) ainda continua sob os domínios de Daniel Cormier. O americano se manteve como campeão da divisão ao finalizar Anthony Johnson, com um mata-leão, aos 3m37s do segundo round na luta principal do UFC 210, que aconteceu no último sábado (08) em Buffalo, nos Estados Unidos.

A luta era uma revanche já que Daniel Cormier levou a melhor sobre Anthony Johnson no UFC 187 por finalização e faturou o título que estava vago.

Anthony Johnson entrou no duelo disposto a mudar o resultado do primeiro confronto e surpreendeu após trocar um tímida sequência de golpes grudou no especialista em wrestling e procurou a queda, sem conseguir ser efetivo. Daniel Cormier conseguiu inverter a posição e passou a pressionar. No clinche, Johnson aplicou uma m uppercut e esboçou uma joelhada, mas o árbitro colocou o confronto novamente no centro do octógono e o “Rumble” conectou uma joelhada em DC.

No segundo round, Daniel Cormier procurou abafar e anular o jogo de Anthony Johnson pressionando o desafiante na grade. Rumble conseguiu a queda, mas Cormier conseguiu se levantar e dessa vez foi ele que quedou. Por cima, DC conectou alguns socos que abriu caminho para encaixar o mata-leão e aos 3m37s conseguiu o golpe para dar números finais ao duelo e manter o cinturão dos meio-pesados.

Daniel Cormier finaliza Anthony Johnson

Daniel Cormier finaliza Anthony Johnson mais uma vez – Foto: Getty Images

Após a vitória, Daniel Cormier provocou Jon Jones que esteve no KeyBank Center assistindo o duelo e apenas sorriu ironicamente a cada cutucada de seu desafeto.

“Falei para Manuwa para ele tentar vir me derrubar. Não fique mentindo para si mesmo. Você não vai conseguir. Quem mais? Jon Jones pode lutar? Ele está autorizado a lutar? Quando ele ajeitar a sua vida, que me procure. Você me ganhou na primeira vez, mas podem me deixar trancado aqui dentro com você. Somos muito diferentes na maneira de pensar. Jones tem que ajeitar sua vida primeiro”.

Já Anthony Johnson após a derrota surpreendeu a todos e declarou aposentadoria do MMA, mesmo em grande fase onde vinha de três nocautes consecutivos.

“Não tenho desculpas, perdi a luta para um cara melhor. DC é muito talentoso, parabéns para ele. Isso é algo que tenho que fazer para mim, amo os fãs e esta é minha última luta. Ainda não falei para Dana White, não falei para ninguém, não queria nenhuma distração. Eu me comprometi com outro trabalho, algo que queria fazer há muito tempo, diferente do MMA. Estou cansado de levar socos”, disse.

Confira os resultados do UFC 210

CARD PRINCIPAL

Daniel Cormier venceu Anthony Johnson por finalização aos 3m37s do segundo round

Gegard Mousasi venceu Chris Weidman por nocaute técnico aos 3m13s do segundo round

Cynthia Calvillo venceu Pearl Gonzalez por finalização aos 3m45s do terceiro round

Thiago Pitbull venceu Patrick Côté por decisão unânime (triplo 30-27)

Charles do Bronx venceu Will Brooks por finalização aos 2m30s do primeiro round

CARD PRELIMINAR

Myles Jury venceu Mike de la Torre por nocaute técnico aos 3m30s do primeiro round

Kamaru Usman venceu Sean Strickland por decisão unânime (30-27; 30-26; 30-26)

Shane Burgos venceu Charles Rosa por nocaute técnico a 1m59s do terceiro round

Patrick Cummins venceu Jan Blachowicz por decisão majoritária (29-28; 29-28; 28-28)

Gregor Gillespie venceu Andrew Holbrook por nocaute técnico aos 21s do primeiro round

Desmond Green venceu Josh Emmett por decisão dividida (28-29; 29-28; 30-27)

Katlyn Chookagian venceu Irene Aldana por decisão dividida (29-28; 28-29; 29-28)

Magomed Bibulatov venceu Jenel Lausa por decisão unânime (triplo 29-26)