Glaico França e Thiago Tavares retornam ao MMA nacional com vitória no Aspera FC 49


Glaico França Aspera

Glaico França venceu Julio César Bilik na luta principal do Aspera FC 49 – Reprodução

O Aspera FC realizou no último sábado (18) sua primeira edição de 2017  e o público que compareceu ao Ginásio Sergio Lorenzato em Balneário Camboriu, Santa Catarina, pode assistir a grandes duelos com a participação de ex-atletas do UFC. Na luta principal da noite, o campeão do TUF Brasil 4, Glaico França precisou de apenas 50 segundos para finalizar Julio Cesar Bilik. O outro atleta que fez parte do plantel do Ultimate, Thiago Tavares também precisou de menos de um minuto para resolver seu duelo ao nocautear Maurício Bad Boy.

Glaico França era atração principal da noite e sua primeira luta após a saída do UFC, o paranaense teve pela frente Julio Cesar Bilik, que entrou no card em cima da hora substituindo Ludy Goulart, que se machucou e ficou de fora do confronto. O duelo não deu nem para aquecer, já que o campeão do TUF Brasil 4 conseguiu derrubar seu adversário com facilidade e por cima conseguiu aplicar um mata-leão para finalizar o combate aos 50 segundos do primeiro round.

O outro atleta com passagem pelo UFC a entrar em ação no Aspera FC 49 foi Thiago Tavares que também fez sua primeira luta após sair do Ultimate. O catarinense também não teve dificuldades e nocauteou Maurício Bad Boy em apenas 49 segundos de luta.

Se Glaico França e Thiago Tavares não tiveram dificuldades para vencer seus adversários, o ex-UFC Alberto Uda, que também fazia sua primeira luta desde que saiu do Ultimate, não teve tanta facilidade, mas venceu Huinderton Barbosa por decisão unânime (triplo 30-27 ).

Além dos ex-atletas do UFC, o Aspera FC 49 contou também com a disputa pelo cinturão dos meio-pesados (até 93kg) onde Leonardo Cabeção se sagrou campeão ao vencer Alan Bispo por decisão unânime (triplo 30-26 ).

Confira os resultados do Aspera FC 49

Glaico Nego derrotou Julio César Bilik por finalização (mata-leão) aos 0:50 do primeiro round

Thiago Tavares derrotou Maurício Bad Boy por nocaute técnico (socos) aos 0:49 do primeiro round

Gustavo Efron derrotou Diogenes Overeem por decisão dividida (30-27, 27-28, 30-27)

Leonardo Cabeção derrotou Alan Bispo por decisão unânime (triplo 30-26) e conquistou o cinturão dos meio-pesados

Alberto Uda derrotou Huinderton Barbosa por decisão unânime (triplo 30-27)

Cleiton Foguete derrotou Rani Rex por finalização (d’arce choke) aos 4:15 do primeiro round

Pedro Junior derrotou Olaécio Maia por nocaute técnico (socos) aos 2:54 do primeiro round