Herdeson Capoeira vence Paulo Rambinho e mantém o cinturão do Face to Face


Thiago Duval 

Face to Face  13 cinturão

Herdeson Capoeira mantém o cinturão dos leves – Foto: Paulinho Pas

A 13ª edição do Face to Face contou com boas lutas e o público que compareceu ao Clube Mauá, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, assistiu a um show de nocautes e finalizações. Na luta principal da noite, Herdeson Capoeira manteve o cinturão dos leves ao nocautear Paulo Rambinho aos 4m34s do 1º round.

Em sua primeira defesa de título, Herdeson Capoeira entrou na luta principal disposto a manter o cinturão dos leves, que conquistou ao vencer Paulo Bananada. Já Paulo Rambinho entrou para tentar se sagrar campeão da categoria, já que havia batido na trave quando foi derrotado para Gilbert Durinho, hoje no UFC.

A luta começou bastante movimentada e equilibrada, com os dois lutadores se movimentando bastante, mas Herdeson Capoeira surpreendeu e acertou uma joelhada voadora, que levou Paulo Rambinho a knockdown. No chão, Capoeira ainda desferiu mais alguns socos até o árbitro interferir e dar números finais.

“Essa joelhada eu treinei muito com o Vander Valverde, meu mestre de Muay Thai e também treinei base de Taekwondo para trocar bem a base e na hora da luta aconteceu, estava bem treinado e consegui acertar a joelhada. Senti que tinha encontrado o momento certo na hora que comecei a fintar e vi que ele ia querer entrar nas minhas pernas, ai pensei “Se ele tentar entrar vou mandar” e foi o que aconteceu e fui feliz”, disse.

Com a vitória, Herdeson Capoeira chegou a 11ª vitória e se manteve invicto na carreira, já Paulo Rambinho interrompeu a sequencia de três triunfos consecutivos.

No co-evento principal, Ary Farias levou a melhor sobre Arnaldo Mickey, que contou com um grande apoio da torcida. O duelo começou equilibrado com Mickey tomando a iniciativa da luta e conectou um bom soco e chute, mas o atleta da X-Gym conseguiu levar o duelo para seus domínios, o chão. No solo, o pupilo de Ronaldo Jacaré conectou alguns socos e o atleta da Iron Brothers MMA Team reclamou que recebeu golpes na nuca. O árbitro deixou a luta continuar e quando Aryzinho encontrou espaço encaixou um mata-leão para dar números finais a luta.

A edição contou com um show de nocautes e finalizações. No card profissional, somente a luta de abertura entre Fábio Nativo e Jefferson Fonseca foi para a decisão dos árbitros laterais e Nativo acabou levando a melhor.

Outros destaques da noite ficaram para os nocautes de Willian Gigante sobre Luiz Carlos Ninja, Edicarlos Peixe sobre Alexandre Cirne, em um pouco mais de um minuto de combate, além da finalização de Gregory Robocop sobre Marcos Aurélio, onde o atleta da X-Gym sofreu um knockdown após um belo soco, mas reverteu o jogo e conseguiu uma bela chave de calcanhar para finalizar a luta.

No card amador o destaque foi para a finalização de Bruno Granola sobre Felipe Pereira em menos de um minuto de combate.

Confira os resultados do Face to Face 13

Até 70 kg – Herdeson Capoeira (Team Nogueira) venceu Paulo Rambinho (Art Combat) por nocaute técnico aos 4:34 do 1º round

Até 61kg – Ary Farias (X-Gym) venceu Arnaldo Mickey (Iron Brothers MMA Team) por finalização aos 1:22 do 1º round

Até 120kg – Willian Gigante (X-Gym ) venceu Luiz Carlos Ninja (Cascadura Team) por nocaute técnico aos 2:46 do 2º round

Até 61kg – Edicarlos Peixe (TFT) venceu Alexandre Cirne (Nova União/ CTLA) por nocaute técnico aos 1:04 do 1º round

Até 70 kg – Rodrigo Novaes “Zoio” (TFT) venceu Jeferson Sagat Silva (RFT) por finalização aos 1:50 do 1º round

Até 66kg – João Gilberto Maranhão (PRVT) venceu Carlos Peixoto (BTT/Cascadura Team) por nocaute aos 4:21 do primeiro round

Até 84kg – Gregory Robocop (X-Gym) venceu Marcos Aurélio (Projeto Construindo Vidas) por finalização aos 0:54 do 2º round

Até 77kg – Ugo Barbosa (RMT) venceu Júnior Silva (Favela Kombat) por nocaute técnico aos 1:27 do 1º round

Até 77kg – Fábio Nativo (Rio Fighters) venceu Jefferson Fonseca (BTF) por decisão unânime (29×28, 30-27, 30-27)

Card Amador

Até 66kg – Priscila Cachoeira (Nael Pedra) venceu Ana Costa (Geração Forte) por decisão unânime (30-26, 30-25, 30-26)

Até 66kg – Bruno Granola (GFTeam) venceu Felipe Pereira (Geração Forte) por finalização aos 0:56 do 1º round

Até 61kg – Mariano Machado (DTM Team) venceu Renato Vicente (Bebezão) por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)

Até 57kg – Talles Silva (DTM Team) venceu Catriel Silva (Elite Thai) por desclassificação (golpe ilegal) aos 0:26 do 1º round