Jéssica Bate-Estaca domina e vence Claudia Gadelha no UFC Fight Night 116


Jéssica Bate-Estaca vence Claudia Gadelha

Jéssica Bate-Estaca comemora vitória vestindo um cocar – Foto: Getty Images

O co-evento principal do UFC Fight Night 116, que foi realizado na última sexta-feira (22), em Saitama no Japão, colocou frente a frente duas brasileiras. Jéssica Andrade e Claudia Gadelha fizeram um espetáculo para o público japonês digno dos combates históricos que a Saitama Super Arena já recebeu. Após uma batalha sangrenta, a Bate-Estaca teve uma atuação brutal e levou a melhor  por decisão unânime (30-25, 30-26, 30-27).

Jéssica Andrade entrou em ação disposta a se recuperar da derrota para Joanna Jedrzejczyk na disputa pelo cinturão do peso-palha (até 52kg) e começou o duelo dominando o centro do octógono para pressionar Claudia Gadelha, que se movimentava bastante e encaixava bons golpes sempre que a Bate-Estaca tentava se aproximar e um deles abriu um corte na testa de Jéssica, quando a paranaense tentou o clinche. A atleta da PRVT conseguiu uma queda, mas Claudinha quase surpreendeu com uma guilhotina, mas a paranaense conseguiu escapar ao conectar com inúmeros golpes no corpo e na cabeça.

Claudia Gadelha iniciou o segundo round aplicando uma queda, mas Jéssica Andrade conseguiu se levantar rapidamente. Em pé, a Bate-Estaca passou a pressionar, Claudinha  derrubou, mas a paranaense conseguiu inverter e ficou por cima, dando muitos golpes na cabeça. A potiguar ainda conseguiu se levantar, mas Jéssica conectou duras joelhadas na cabeça e no corpo. O duelo voltou a ficar em pé com as duas lutadoras sangrando muito, mas a atleta da PRVT que passou a pressionar com duros cruzados no rosto. Gadelha parecia sem gás e apenas resistia, mas quase surpreendeu no últimos segundos do assalto  ao encaixar uma guilhotina, mas o gongo soou.

Demonstrando muito respeito, as duas lutadoras se abraçaram no início do terceiro e último round. Jéssica Andrade não deu brecha para a compatriota e notando o cansaço de Claudia Gadelha colocou a luta para baixo logo no início do assalto e passou a trabalhar o ground and pound. Claudinha tentava escapar, mas a atleta da PRVT não desgrudava e não cansava de bater com diretos, marretadas e cotoveladas. Assim como no segundo assalto, a potiguar tentou surpreender com uma guilhotina, mas Jéssica se livrou e deu mais uma linda queda para selar sua vitória.

Com a vitória, Jéssica Bate-Estaca se recuperou da derrota para Joanna Jedrzejczyk na disputa pelo cinturão do peso-palha e chegou ao quarto triunfo desde desceu de categoria. Já Claudia Gadelha teve sua chance de chegar a terceira vitória consecutiva frustrada e sofreu o primeiro revés para uma lutadora diferente da atual campeã da divisão.