José Aldo tem acordo verbal para revanche contra Max Holloway no UFC 218


Aldo x Holloway encarada

José Aldo e Max Holloway voltam a se enfrentar no UFC 218 – Foto: Renato Nogueira/MMA4Ever

Após a saída de Frankie Edgar da disputa pelo cinturão peso-pena (até 66kg), José Aldo fez campanha para ser o novo adversário de Max Holloway e o brasileiro foi atendido. O manauara tem um acerto verbal para enfrentar o havaiano que o derrotou no UFC 212 e sagrou como o novo campeão da divisão. Basta apenas a assinatura do contrato para confirmar a revanche na luta principal do UFC 218, que será realizado dia 2 de dezembro em Detroit (EUA).

José Aldo deve entrar no lugar de Frankie Edgar que sofreu uma lesão no rosto e teve que se retirar da disputa. O brasileiro vinha se preparando para enfrentar Ricardo Lamas no UFC on Fox 26, que será realizado dia 16 de dezembro em Winnipeg, no Canadá.

O duelo será uma revanche já que os dois lutadores se enfrentaram no UFC 212, que foi realizado no Rio de Janeiro e Max Holloway levou a melhor por nocaute técnico no terceiro round.

Além de José Aldo, outros lutadores se ofereceram para enfrentar o havaiano como Ricardo Lamas, que enfrentaria o brasileiro em dezembro, e Cub Swanson, que tem luta marcada com Brian Ortega.

Max Holloway fará sua primeira divisão do cinturão dos penas, o americano se sagrou campeão ao derrotar José Aldo. O havaiano tem uma sequência de 11 vitórias e não perde desde 2014, quando foi derrotado por Conor McGregor. Aos 25 anos, Holloway soma 18 vitórias e três derrotas em seu cartel profissional.

José Aldo chegou no Ultimate como campeão do extinto WEC e após vitória sobre Mark Hominick se tornou o primeiro campeão dos penas do Ultimate. O atleta da Nova União defendeu o cinturão em seis oportunidades até ser derrotado por nocaute para Conor McGregor no UFC 194. Em seu retorno, o brasileiro venceu a revanche contra Frankie Edgar no UFC 200 e ficou com o cinturão interino, mas retornou ao posto de campeão linear após a organização retirar o cinturão do irlandês, que permanece oficialmente apenas como campeão dos leves. Em sua primeira defesa após reconquistar o cinturão, o manauara foi superado por Max Holloway no UFC 212, que foi realizado no Rio de Janeiro.