Jon Jones tem seu julgamento por doping adiado


UFC 135: Jones v Rampage - Press Conference

Jon Jones foi flagrado no exame antidoping antes do UFC 200 – Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC.

Jon Jones terá que esperar para saber como vai ficar sua situação, já que a Comissão Atlética de Nevada adiou sua audiência, onde o lutador será julgado por ter sido flagrado no exame antidoping há três dias do UFC 200, em julho. O julgamento estava marcado para o dia 10 de outubro, mas deve ocorrer no mês de novembro.

Em entrevista ao site americano “Fox Sports”, o diretor executivo da Comissão Atlética de Nevada, Bob Bennett confirmou a informação de que o julgamento de Jon Jones mudou para o mês de novembro.

Jon Jones será julgado pela Comissão Atlética de Nevada por ter sido flagrado no exame antidoping realizado antes da revanche contra Daniel Cormier, que deveria ter acontecido no UFC 200, em julho deste ano, mas o ex-campeão linear dos meio-pesados (até 93kg) foi retirado do card, sendo substituído por Anderson Silva. Os exames de Jones apontaram a presença de duas substâncias bloqueadoras de estrogênio, proibidas pela Agência Mundial de Controle Antidoping.

Jon Jones não entra em ação desde abril quando venceu Ovince St. Preux na decisão unânime dos juízes no UFC 197 e conquistou o cinturão interino dos meio-pesados. O americano já vinha de um período sem lutar, já que teve o título cassado quando recebeu um mandado de prisão por seu envolvimento num acidente de carro, no qual fugiu da cena sem prestar socorro às demais vítimas. Jones foi condenado a 18 meses de liberdade condicional e 72 palestras motivacionais a jovens e acabou readmitido pelo Ultimate.