Maria Portela é punida por golpe irregular em austríaca e cai nas oitavas dos Jogos Olímpicos Rio-2016


Maria Portela eliminada

Maria Portela eliminada ao ser derrotada para Bernadette Graf – Foto: Marcio Rodrigues/MPIX/CBJ)

Após estrear com vitória sobre a marroquina Assmaa Niang na última quarta-feira (10), Maria Portela não conseguiu seguir adiante Em sua segunda luta na competição do peso-médio (até 70kg), a judoca gaúcha foi superada pela austríaca Bernadette Graf, atual sétima colocada do ranking mundial e deu adeus as chances de medalhas nos Jogos Olímpicos Rio-2016.

O duelo começou com Bernadette Graf indo para cima aproveitando a maior estatura para dominar a pegada, que obrigou Maria Portela a se movimentar mais. As duas judocas faziam uma luta bastante travada e sem tentativas de golpe, ambas foram punidas pelo árbitro por falta de combatividade. O confronto continuou travado e foi para o golden score.

No embalo da torcida, Maria Portela foi para cima da austríaca no golden score. A brasileira tentou um golpe popularmente conhecido como “abraço de urso”, em que o judoca abraça o adversário para fazer a projeção, mas na última mudança de regras, essa técnica só é permitida se a atleta fizer a pegada no quimono antes de tentar o abraço. Os árbitros consideraram que a gaúcha não pegou no quimono, apenas defendeu a tentativa da austríaca antes de aplicar o golpe, e consideraram que Portela cometeu uma irregularidade e a desclassificou.

Após a derrota, Maria Portela foi as lágrimas sendo foi consolada por Bernadette Graf. A tristeza era tanta que a gaúcha deixou o tatame chorando.

Estreia com vitória no golden score

Maria Portela estreou na competição com vitória sobre a marroquina Assmaa Niang. Em uma luta difícil e travada com a gaúcha chegou ao triunfo no golden score após conseguir um yuko no primeiro minuto da prorrogação.