Nathália Brígida conquista medalha de bronze no Grand Prix de Almaty de Judô


Nathália Brígida bronze

Nathália Brígida conquista medalha de bronze – Divulgação/IJF

O Brasil conquista a primeira medalha no Grand Prix de Almaty, no Cazaquistão, e a responsável pelo primeiro triunfo do Judô brasileiro na competição foi Nathália Brigida (até 48kg), que ficou com o bronze na última sexta-feira (13) ao vencer a turca Dilara Lokmanhekim.

Para chegar até o pódio, Nathália Brígida passou pela cazaque Abiba Abuzhakynova por ippon, na primeira luta. Nas quartas de final, a brasileira não conseguiu superar a ucraniana Maryna Cherniak, também na diferença de punições (2-1).

Na repescagem, Nathália Brígida teve pela frente francesa Laetitia Payet e levou a melhor, vencendo nas punições (3-1). Na disputa pelo bronze, a brasileira teve pela frente turca Dilara Lokmanhekim e a judoca do Minas Tênis Clube levou a melhor ao forçar uma punição à adversária, para conquistar garantir seu lugar no pódio.

“O resultado foi muito importante e, com isso, espero atingir meu objetivo de ficar no Top 16 da minha categoria para seguir para a disputa do World Masters, em Guadalajara, no final do mês”, projeta Brígida, que somou 120 pontos no ranking mundial e espera melhorar sua 17ª posição na lista. “Foi uma conquista ótima, estou feliz e ainda mais motivada”, disse.

O judô brasileiro foi representado nesta sexta também pelo ligeiro Felipe Kitadai, que não avançou ao bloco final de lutas. Na estreia, o medalhista de bronze em Londres 2012 superou o saudita Eisa Majrashi por ippon, mas parou em Otar Bestaev, do Quirguisão, pela mesma pontuação, nas oitavas-de-final.

No sábado, o país terá outros dois medalhistas olímpicos no tatame, com Leandro Guilheiro (81kg) e Ketleyn Quadros (63kg). Domingo, será a vez de Eduardo Bettoni (90kg) e Rafael Buzacarini (100kg) representarem o Brasil no tatame cazaque.