Primeira Copa ACL de Grappling consagra projeto social “Jesus no Tatame”


Primeira Copa ACL de Grappling

Copa ACL de Grappling contou com grandes lutas – Foto: Emanuel Siqueira

O projeto social “Jesus no Tatame” foi o grande campeão por equipes da 1ª Copa ACL de Grappling, evento realizado na manhã deste sábado, 11 de fevereiro, no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

De acordo com o organizador, professor Anderson Alves, o “Pelado”, 50 atletas participaram da competição que serviu como preparação para o calendário local e nacional de lutas. O projeto social “Jesus no Tatame” somou 92 pontos. O segundo lugar ficou com a academia Team Master, com 72 pontos, e o terceiro com a equipe Amazonas Club da Luta, com 65.

De Monte Alegre para Manaus

O campeonato de luta agarrada contou com atletas do Amazonas e também com um visitante “casca grossa”. Nascido no interior do Pará, o lutador Neyzinho Monte Alegre, de 33 anos, levou a medalha de ouro na categoria adulto masculino até 65 kg.

Representante da equipe Leões da Tribo de Judá, do município de Monte Alegre (a 624 quilômetros de Belém em linha reta), Neyzinho vem despontando em Manaus. No último domingo, 5 de fevereiro, o paraense foi terceiro colocado no 2º Desafio Rei da Praia de Beach Wrestling, na categoria até 60 kg.

“Meu sonho é viver do esporte, mas a dificuldade é muito grande, falta patrocínio, ainda mais para um atleta vindo do interior do Pará. Estou em Manaus para disputar os principais campeonatos de lutas e, quem sabe, também receber um convite para algum evento de MMA”, disse Neyzinho Monte Alegre, que no octógono tem um currículo com 10 vitórias e duas derrotas.

Rumo ao Brasileiro

A 1ª Copa ACL de Grappling também apresentou no tatame novos talentos para o esporte amazonense. Um deles foi Maik Ibson de Souza Almeida, de 8 anos, campeão da categoria Mirim ao vencer dois adversários.

Segundo o pai, Antônio Santos, 36, Maik Ibson vai disputar o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jítsu Esportivo, no mês de abril, em São Paulo. A família e os amigos da equipe “Jesus no Tatame” estão vendendo uma rifa para custear passagens, hospedagem e alimentação para a competição nacional.

“Ele tem muito talento e não perde desde novembro do ano passado. Já ganhou alguns campeonatos em Manaus e agora chegou  a hora de lutar fora, mas ainda estamos correndo atrás de dinheiro para pagar passagens, hospedagem e alimentação”, contou o pai da promessa.