Priscila Cachoeira fala sobre estreia no UFC: “O mundo vai saber quem é a Pedrita”


Priscila Pedrita estreia no UFC contra Valentina Shevchenko - Foto: Renato Nogueira/Foto na Luta

Priscila Pedrita estreia no UFC contra Valentina Shevchenko – Foto: Renato Nogueira/Foto na Luta

Após se destacar no cenário nacional, Priscila Pedrita ganhou a chance de fazer sua primeira luta internacional e logo de cara a atleta da PRVT terá uma parada difícil já que enfrenta a ex-desafiante ao cinturão peso-galo (até 61kg), Valentina Shevchenko no UFC Fight Night 125, que será realizado no próximo sábado (03), em Belém, em duelo válido pelo peso-mosca (até 57kg).

Em meio a preparação para sua estreia no UFC, Priscila Pedrita conversou com a reportagem do Lutas Esporte Clube e falou sobre a emoção de estar na maior organização de MMA do mundo.

“Estou muito feliz de ter chegado no UFC que foi algo que busquei desde minha primeira luta e como queria chegar logo no UFC sempre busquei fazer grandes lutas e dar show para eles me olharem, então Deus me honrou e a oportunidade chegou. Para mim vai ser honra de lutar contra a Valentina Shevchenko, que é uma grande guerreira e uma das melhores do UFC, mas o público pode ter certeza que vou chegar lá e fazer um grande show”, disse.

A princípio a estreia de Priscila Pedrita seria contra Lauren Murphy, mas problemas com o seu visto de trabalho fizeram com que a organização optasse por escalá-la para um evento no Brasil e logo de cara colocaram a brasileira para enfrentar Valentina Shevchenko, que vem de disputa pelo cinturão dos galos contra Amanda Nunes e vai fazer sua primeira luta na divisão dos moscas no UFC. Para a atleta da PRVT enfrentar a quirguistanesa radicada no Peru é um grande desafio e acredita que uma vitória pode fazer-la subir bastante na divisão recém criada.

“Me sinto privilegiada, eu pensei que minha chegada ia ser aquela coisa galgada, mas me deram logo de cara uma Top, a mais bem cogitada que acabou de sair de uma disputa de cinturão contra a Amanda Nunes, então eu me sinto honrada com isso. Quero sim fazer essa luta, o mundo vai saber quem é a Pedrita, quero mostrar meu talento, meu jogo, o poder que o mundo ainda não conhece e pode ter certeza que eles vão conhecer. O bom de encarar uma adversária top é que com uma vitória acho que posso subir bastante e dar um grande salto para quem sabe já ficar mais próxima do cinturão”, disse Priscila Pedrita que também explicou como surgiu o confronto.

“Foi uma surpresa muito grande, mas eu tenho uma fé muito grande em Deus, me lembro que quando me ofereceram para lutar com a Valentina, me perguntaram:” você topa?” E eu disse: “claro que topo”. Quando pedi a Deus eu disse: “Se você me tirou daquela oportunidade e me colocou nessa é porque você tem um propósito para mim e me capacitou para isso”. Quero muito vencer essa luta, mas a vitória está nas mãos de Deus e se a vitória não vir de uma certeza eu tenho, darei um show e vou mostrar meu talento para o mundo”, disse.

Valentina Shevchenko chega ao confronto como favorita, mas Priscila Pedrita acredita que pode fazer uma grande luta e quer dar show para o público que comparecer ao Ginásio Mangueirinho.

“Ela não vai ter parada fácil, não é atoa que meu apelido é Pedrita (risos). Tenho certeza que também não vai ser uma luta fácil para ela, como não vai ser para mim, sei que posso ganhar senão não estaria aqui, mas o importante é o show, eu gosto de dar show, espetáculo e tenho certeza que nós duas vamos dar isso para o público”, disse.

Sobre Valentina Shevchenko, Priscila Pedrita não poupou elogios, mas disse que não costuma estudar suas adversárias.

“Não costumo estudar muito minhas adversárias, mas a Valentina dispensa comentários, nem preciso falar muito sobre ela, é uma grande lutadora que disputou o cinturão, então só posso dizer que é uma grande lutadora. Eu assisti a luta dela contra a Amanda Nunes, mas eu não costumo estudar muito, estou preocupada com meu jogo e quero mostrar o meu show. Não gosto muito de assistir as lutas de minhas adversárias, porque quando vê muito, a gente acaba de privando do nosso jogo. Eu treino para tudo, estou preparada para o que vier”, disse.

A atual campeã peso-mosca é Nicco Montaño que conquistou o cinturão ao vencer Roxane Modafferi na final do TUF 26, mas Priscila Pedrita acredita que pode vencer a americana, a brasileira sonha com o cinturão da divisão e pensa primeiro em sua estreia.

“Acho que posso fazer uma grande luta com ela e sei que posso ganhar, vi as lutas delas e assistir o TUF Finale e pelo que vi tenho certeza que posso dar show. Meu objetivo é o cinturão e é ela que a detentora no momento, mas primeiro tenho que fazer a minha estreia e sei que se eu vencer posso dar um grande passo rumo ao cinturão”, disse.