Rafael dos Anjos anuncia subida para os meio-médios


rafael-dos-anjos

Rafael dos Anjos disse que o corte de peso foi o principal motivo para a subida de categoria – Divulgação

Após duas derrotas consecutivas, Rafael dos Anjos decidiu fazer uma mudança em sua carreira. O ex-campeão peso leve (até 77kg) vai subir para os meio-médios (até 77kg).

Rafael dos Anjos disse que a decisão foi tomada com muito cuidado e acha que fez tudo o que tinha que ser feito dentro da categoria. O ex-campeão dos leves também falou sobre as dificuldades que vinha tendo em bater o peso.

“Eu já alcancei o que tinha para alcançar no peso-leve. Além disso, tem sido muito difícil bater o peso. Entre 2014 e 2015 lutei cinco vezes e, depois disso, nessa corrida pelo cinturão, o meu corpo mudou um pouco. Na luta contra o Donald Cerrone, quando defendi o cinturão pela primeira vez, já senti meu corpo diferente. Contra o Eddie Alvarez foi pior ainda e, na luta com o Tony Ferguson já foi bem mais difícil. Então, resolvi começar esse ano de 2017 com novos desafios e acho que vou lutar mais feliz nessa categoria de cima, porque são quase 7 kg a menos para perder”, disse.

A subida para os meio-médios não é novidade para Rafael dos Anjos já que o niteroiense começou a carreira nessa divisão.

“Eu já lutei nesse peso. Comecei a minha carreira no MMA lutando no meio-médio, mas um empresário meu mais antigo disse que era melhor baixar para 70,3 kg, porque eu teria mais sucesso na época. Com essa mudança, acho que vou lutar no meu melhor, com espírito bom, feliz e com prazer no que eu faço. A partir do momento que eu fechava a luta nos leves, já era muito estresse aqui em casa com esse lance do peso. Quero lutar com prazer e ter prazer no que eu faço de novo. Estou pronto para ir em busca de novos desafios”, disse.

Rafael dos Anjos foi conquistou o cinturão dos leves em março de 2015 ao derrotar Anthony Pettis e derrotou Donald Cerrone em sua primeira defesa, mas perdeu o cinturão ao ser nocauteado por Eddie Alvarez. Após a perda do título, o niteroiense ainda foi derrotado por Tony Ferguson. Aos 32 anos, o brasileiro soma 25 vitórias e nove derrotas em seu cartel e atua no UFC desde 2008.