Rafael dos Anjos deseja enfrentar Robbie Lawler ou Nick Diaz em sua estreia nos meio-médios


Rafael dos Anjos seminário

Rafael dos Anjos pensa em poder voltar a atuar no Rio de Janeiro – Foto: Thiago Duval

Logo no início de 2017 Rafael dos Anjos aproveitou para fazer uma mudança em sua carreira e anunciou a subida para os meio-médios (até 77kg). O ex-campeão dos leves (até 70kg) ainda não tem adversário, mas o brasileiro já tem em mente quem deseja enfrentar na sua estreia na nova divisão.

Rafael dos Anjos disse que gostaria de enfrentar os melhores da divisão e para sua estreia nos meio-médios, o brasileiro pensa em encarar o ex-campeão dos meio-médios, Robbie Lawler ou Nick Diaz.  .

“Eu acho que o Robbie Lawler é um bom nome e essa luta me interessa. Ou o Nick Diaz. Acho que consigo vencer esses dois caras, com certeza. Tenho alguns nomes em mente no momento. Meio-médio é uma divisão diferente, mas eu não vou lutar leve ali. Quero estar no topo em tudo o que faço na minha vida. Agora eu sou um meio-médio e quero enfrentar os melhores”, disse.

Além do adversário, Rafael dos Anjos também disse onde gostaria de estrear. O niteroiense tem o desejo de entrar em ação no UFC 212, que será realizado em junho no Rio de Janeiro. O brasileiro pensa em voltar a lutar em casa, já que não atua na Cidade Maravilhosa desde 2007 quando fez duas lutas no mesmo dia onde derrotou Thiago Minu e Maurício Reis, ambos por finalização pelo XFC, evento que contou com outros atletas do UFC como Junior Cigano, Rafael Sapo e Cezar Mutante.

“Eu avisei já o UFC que estaria pronto para lutar no final de maio ou início de junho. Essa era a data que eu queria voltar a lutar e até agora não ouvi nada de volta deles, mas estou preparando o meu corpo para estar pronto nessas datas. Tenho muito interesse em lutar no Rio. A última vez que lutei no Rio foi em 2007, há 10 anos. Lutei num evento chamado XFC e estava até o Cigano no card. Ele ganhou no peso-pesado, o Antonio Braga Neto ganhou nos 93 kg e eu ganhei nos 77 kg. Foi um Grand Prix, foram duas lutas numa noite e eu lutei nos 77 kg. Seria ótimo agora, 10 anos depois, voltar ao Rio e lutar nesse evento que vai ter o José Aldo defendendo o cinturão contra o Max Holloway. Ia ser maravilhoso poder lutar de novo no Brasil e ainda mais no Rio”, disse.

Rafael dos Anjos foi campeão dos leves em março de 2015 ao derrotar Anthony Pettis. Em sua primeira defesa derrotou Donald Cerrone, mas o brasileiro perdeu o cinturão ao ser nocauteado por Eddie Alvarez.  Após a perda do título, o niteroiense ainda foi derrotado por Tony Ferguson. Aos 32 anos, o brasileiro soma 25 vitórias e nove derrotas em seu cartel e atua no UFC desde 2008.