Rafael dos Anjos diz que não pensa em duelo contra Conor McGregor e que foco é recuperar o cinturão


rafael-dos-anjos

Rafael dos Anjos sobe ao octógono no dia 5 de novembro para enfrentar Tony Ferguson – Divulgação

Após perder o cinturão dos leves (até 70kg), Rafael dos Anjos já tem data para voltar a entrar em ação. O brasileiro enfrenta Tony Ferguson na luta principal do TUF América Latina 3 Finale, que acontece no dia 5 de novembro na Cidade do México. O niteroiense tem como foco principal se tornar campeão novamente, o detentor do título é Eddie Alvarez que conquistou o cinturão ao derrotar Dos Anjos e fará sua primeira defesa contra o campeão dos penas (até 66kg), Conor McGregor no UFC 205, em Nova York.

Rafael dos Anjos esteve próximo de esteve muito perto de enfrentar Conor McGregor no início do ano, mas uma lesão sofrida durante os treinamentos o impediu de realizar o duelo. Mas o brasileiro garantiu que não pensa em duelo contra o irlandês, a não ser que ele seja o campeão dos leves.

“Enfrentar Conor McGregor não é o meu objetivo, o meu objetivo é pegar o cinturão de volta. Se ele estiver com o cinturão dos leves e não quiser escondê-lo com faz com o cinturão dos penas, então eu estarei pronto para pegá-lo de volta”, declarou o brasileiro em entrevista ao site americano MMA Weekly.

O brasileiro iria enfrentar Conor McGregor no UFC 196, mas Rafael dos Anjos se machucou e ficou de fora da disputa, sendo substituído por Nate Diaz que venceu o irlandês por finalização no segundo round. O ex-campeão dos leves lamentou não poder entrar em ação.

“Eu não fiquei decepcionado apenas por perder o pagamento dessa luta, eu fiquei decepcionado por não poder lutar por conta de uma lesão. Essa foi a primeira vez que isso aconteceu na minha carreira”, explicou

Rafael dos Anjos está escalado para enfrentar Tony Ferguson no TUF América Latina 3 Finale. O brasileiro elogiou o adversário e disse que o vencedor merece lutar pelo cinturão.

“Ele é um lutador muito versátil. Ele vem de uma sequência de oito vitórias consecutivas. Será uma grande luta. Acredito que quem vencer merece lutar pelo título”, disse.