Robert Whittaker se machuca e será substituído por Yoel Romero que enfrenta Luke Rockhold pelo título interino no UFC 221


Robert Whittaker

Robert Whittaker iria fazer sua primeira defesa de cinturão – Foto: Mike Sloan/Sherdog

O UFC 221 sofreu uma baixa em sua luta principal. O campeão linear dos médios (até 84kg), Robert Whittaker seria a principal estrela da edição que será realizada no dia 10 de fevereiro em Perth, na Austrália, mas o australiano se lesionou na madrugada do último sábado (13) e precisou ser retirado da disputa contra Luke Rockhold. Com a saída de Whittaker, o Ultimate escalou Yoel Romero para ser o substituto e a disputa agora contra o ex-campeão da divisão valerá o cinturão interino da categoria.

Em comunicado divulgado pela ESPN americana, Robert Whittaker lamentou ter que ficar de fora da disputa de cinturão em seu país.

“Estou completamente desapontado por não poder defender meu título na Austrália, meu país natal. Espero que os fãs aproveitem o que deve ser uma ótima noite de lutas no UFC 221 e espero que possa me recuperar logo, e que possa voltar em breve ao octógono para enfrentar o vencedor da nova luta principal”, declarou Whittaker.

Com a saída de Robert Whittaker do card, o UFC anunciou que vai reembolsar os ingressos das pessoas que optarem por pedirem o dinheiro de volta.

O duelo principal da noite será entre o ex-campeão dos médios, Luke Rockhold e Yoel Romero. O americano chega para a disputa após vencer David Branch em sua primeira e única luta que fez desde que perdeu o cinturão para Michael Bisping. O americano terá a chance de reconquista o título que conquistou ao nocautear Chris Weidman. Aos 33 anos, o atleta que também foi campeão do Strikeforce soma 16 triunfos e três reveses em seu cartel.

Já Yoel Romero estava escalado para enfrentar David Branch, mas ganhou mais uma chance de disputar o cinturão interino. Na primeira oportunidade o cubano foi superado Robert Whittaker e de lá para cá não entrou mais em ação. Antes da disputa, Romero vinha de oito vitórias consecutivas. Aos 40 anos, o “Soldado de Deus” soma 12 triunfos e dois reveses em seu cartel.