Ronaldo Jacaré não poupa críticas a Michael Bisping: “Não luta nem por ele mesmo”


Thiago Duval

Ronaldo Jacaré Midia Day

Ronaldo Jacaré conversou com a imprensa em Midia Day – Foto: Thiago Duval

Ronaldo Jacaré é um dos principais candidataos para lutar pelo cinturão do peso-médio (até 84kg), que pertence a Michael Bisping, mas o brasileiro já se acostumou com a ideia de que pode demorar a receber a oportunidade. Enquanto a chance não vem, Jacaré vem se preparando para seu próximo duelo contra Tim Boetsch no UFC 208, que acontece no dia 11 de fevereiro em Nova York (EUA).

Na última quinta-feira (26), Ronaldo Jacaré treinou ao lado de Anderson Silva, com quem divide o camp para seu próximo desafio, e participou do mídia day na Academia X-Gym, no Rio de Janeiro, onde o brasileiro conversou com a imprensa e falou sobre seu próximo duelo, a luta pelo cinturão onde não poupou críticas a Michael Bisping, entre outros assuntos.

Para o duelo contra Tim Boetsch, Ronaldo Jacaré falou sobre as expectativas e a felicidade de poder estar voltando a lutar.

“A expectativa é a melhor possível, estou bem fisicamente, estou feliz de ter a oportunidade de lutar de novo, já que faz um tempo que não luto. Estou feliz de ter a oportunidade dada pelo UFC em evento grandioso, mais um em Nova York, estou bastante empolgado para essa luta”, disse Ronaldo Jacaré que também elogiou Tim Boetsch.

“É um adversário duríssimo, tem uma mão direita potente, um adversário forte e o wrestling dele é muito bom, então a estratégia de luta já está traçada. Acredito que não tem luta fácil no UFC, ainda mais quando você pega um atleta experiente, muito forte que pode complicar, mas eu estou indo para arriscar, porque na minha cabeça eu sou o campeão e um campeão sempre arrisca. Eu quero vencer de qualquer maneira, se eu achar que a parte de chão é a melhor opção,com certeza vou optar. Eu já coloquei um wrestler olímpico para baixo, então estou preparado para lutar em todas as áreas, tanto em pé quanto no chão, tanto no wrestling, quanto no jiu-jitsu, estarei preparado para essa luta. Vou colocar tudo que eu treinei em prática, vou dar o meu melhor, vou para fazer uma luta bonita, o UFC me paga para eu chegar lá e lutar, então vou chegar lá para dar o meu melhor e vencer “, disse.

No UFC 208, Ronaldo Jacaré terá a companhia de Anderson Silva, que entra em ação contra Derek Brunson. Jacaré falou sobre a ajuda do ex-campeão dos médios.

“É sempre bom ter um cara do calibre do Anderson Silva para ajudar no treinamento. Acredito que posso ajuda-lo muito também no que ele precisa e ele pode me ajudar no que preciso, a gente é uma força muito grande aqui dentro da X-Gym”, disse.

Para chegar até a disputa de cinturão, Ronaldo Jacaré acredita que tem continuar em atividade e no momento seu foco é o próximo duelo.

“A minha expectiva é sempre lutar pelo cinturão, mas a minha expectativa maior é estar lutando, estar em atividade e coloquei na minha cabeça que eu tenho que lutar com todo mundo, ganhar de todo mundo, bater em todo mundo, que uma hora vai chegar o meu momento, então não estou focado no cinturão, estou focado em lutar agora”, disse o lutador que também falou sobre a demora pela oportunidade do duelo pelo cinturão.

“Todo mundo sabe que está demorando muito. A realidade é que já estou na briga pelo cinturão, sou o cara do cinturão, todo mundo sabe e está cansado de saber que sou a opção mais viável, tanto com mídia ou venda de pay-per-view. Todo mundo sabe que foi um desastre a luta do Bisping com o Dan Henderson, nem mostraram o número de pay-per-view que vendeu, com certeza foi um desatre, ninguém estava interessado em ver aquela porcaria e também o UFC vendeu ingresso em seis minutos porque tinha o Bisping, se ele tivesse fora teriam vendido em três minutos”, disse.

Sem papas na língua, Ronaldo Jacaré não poupou críticas a Michael Bisping e disse que o campeão dos médios não respeita seus fãs.

“Na realidade ele não luta nem pela honra dele, nem pela família dele, não luta nem por ele mesmo. Ele é um cara que só pensa no dinheiro, só que saber de fazer o dele e lutar por dinheiro, essa é a primeira opção dele, é um cara que não está nem aí para o que os seus  fãs querem. Quem paga o salário desse patife são os fãs, então é bom ele respeitar seus fãs”, disse.

Ronaldo Jacaré acredita que uma vitória sobre Tim Boetsch não garante a tão esperada luta pelo cinturão e acredita que a revanche contra Yoel Romero é mais provável de acontecer.

“Essa luta vai acontecer porque o Bisping é cagão e está fugindo. Acredito que, após essa luta, Romero é o próximo. Meu foco é o cinturão, preferia o Bisping com certeza, mas acredito que vá sobrar o Romero e temos contas pra acertar”, disse.

Mesmo ainda não tendo a oportunidade de lutar pelo cinturão, Ronaldo Jacaré não se vê injustiçado pelo UFC. O brasileiro agradeceu a oportunidade de voltar a entrar em ação e criticou o ex-campeão Luke Rockhold.

“Falharam comigo, isso todo mundo sabe. Mas não me sinto injustiçado. Tenho um bom salário, tenho uma luta agora para fazer. Muito me falaram que eu não deveria ter aceitado essa luta. Mas eu sou o que, dançarino? Dançarino, dança, cantor canta, e lutador faz o quê? Luta! Estou aproximadamente oito meses sem lutar, desde o Belfort. Eu ia lutar em novembro contra o Rockhold, mas ele amarelou, foi dançar em algum lugar, foi fazer modelagem. Então, sobrou essa luta para mim e graças a Deus o UFC me deu essa oportunidade de me manter em atividade com um adversário duríssimo. É ´décimo terceiro do ranking? É. Está lá atrás? Sim, mas eu estou respeitando ele e acredito que ele possa fazer qualquer um dormir, espero que não seja eu”, disse.

Em momentos diferentes na carreira e por motivos distintos, Ronaldo Jacaré e Anderson Silva miram o duelo contra Michael Bisping. Enquanto Jacaré sonha em ser o desafiante do campeão, Anderson pensa na revanche contra o inglês após luta polêmica, onde o Bisping acabou levando a melhor. Melhor ranqueado na divisão, Ronaldo Jacaré não aceitaria com naturalidade uma possível “furada de fila”, mas torceria para o amigo.

“A amizade fica, eu com certeza ficaria chateado porque é a minha vez e eu não sou hipócrita de falar ‘beleza’. Não está ‘beleza’ coisa nenhuma, vou ficar super chateado Eu iria ficar super chateado, mas Deus o abençoe. Eu sempre falo que Deus gosta muito do Anderson porque ele faz muita coisa e praticamente tudo dá certo. Até quando ele faz errado, dá certo. Então, quero ser amigo do cara que é tão querido assim por Deus [risos]”, disse.

Ronaldo Jacaré parece ter se acostumado com outros lutadores “furando a fila” pelo cinturão e brincou com a situação.
“Esse negócio de furar fila, já estou até ficando acostumado, pode passar na minha frente, meu advogado é Deus, estou tranquilo. Olha, minha família está tranquila, com saúde, estou bem com a minha esposa, estou tranquilão, se quiser furar minha fila, fura, mas só não vira de bunda para mim porque sou macho e não rola (risos), mas se quiser furar a fila pode passar minha frente e vai com Deus”, brincou.