Vitor Belfort diz que não vai se aposentar após duelo contra Nate Marquardt no UFC 212


Vitor Belfort 1

Vitor Belfort enfrenta Nate Marquardt em sua última luta do contrato com o UFC – Divulgação

Ainda não será no UFC 212 que Vitor Belfort fará sua última luta como profissional. O lutador entra em ação para enfrentar Nate Marquardt no card principal do evento que acontece no Rio de Janeiro, dia 3 de junho, e garantiu que o confronto não será o último da carreira.

O duelo contra Nate Marquardt será o último do brasileiro em seu contrato com o UFC, mas em entrevista à revista “Veja Rio”, Vitor Belfort garantiu que continuará atuando mesmo após o fim do compromisso com o Ultimate, mas pretende adotar um modelo de evento em que os lutadores sejam funcionários, a exemplo da NBA.

“Saio do UFC, mas vou continuar competindo. A luta é a minha paixão. Pena que o MMA ainda não virou um esporte sério. Quem sabe ajudo a mudar esse quadro? Hoje, um lutador é mais artista do que atleta. O UFC por si só é um show, e não um esporte. Dá tristeza ver lutadores novos querendo dirigir o carro do momento ou ganhar os holofotes como o Conor McGregor. A referência deles é ter, e não ser”, disse.

Vitor Belfort também falou sobre a criação de um evento para lutadores veteranos que  já não têm espaço nos principais eventos de MMA do mundo, mas que possuem um público fiel e fãs que, na sua opinião, gostariam de vê-los em ação por mais algum tempo.

“Tenho vontade de criar a Liga das Lendas, com atletas que fizeram muito pelas artes marciais e hoje são desvalorizados”, disse.

Vitor Belfort não vive um bom momento na carreira já que vem de três derrotas consecutivas onde foi superado por Ronaldo Jacaré, Gegard Mousasi e Kelvin Gastelum, ambas por nocaute técnico, mas como Gastelum foi flagrado no antidoping o resultado foi revertido para “No Contest”. Aos 40 anos, o “Fenômeno” soma 25 vitórias, 14 derrotas e uma luta sem resultado em seu cartel.

O adversário de Vitor Belfort também não vive bom momento na carreira. Nate Marquardt perdeu sete das últimas dez lutas na carreira, a última diante de Sam Alvey. O americano foi campeão do extinto Strikeforce e já foi desafiante de Anderson Silva pelo cinturão do peso médio, em 2007, mas acabou derrotado por nocaute. Aos 38 anos, Nate soma 35 vitórias, 17 derrotas e dois empates em seu cartel.